O leão e os ratinhos

Fábula de Esopo

Era uma vez um leão muito majestoso e poderoso que vivia em uma grande savana na África. Esse leão tinha acabado de se alimentar e estava deitado embaixo de um grande baobá, descansando.

O que o leão não tinha percebido quando deitou foi que deitou bem na entrada da toca de uma família de ratinhos.

Os ratinhos estavam desesperados, quase perdendo o ar, quando um deles deu um cutucão bem forte no leão e ele deu um pulo e saiu da entrada da toca.

O leão ficou incomodadíssimo com a petulância daqueles ratinhos em incomodá-lo e decidiu comer todos eles como castigo.

Um deles logo começou a pedir misericórdia:

– Por favor, não nos coma! Não vamos mais te incomodar!

O leão respondeu:

– Já incomodaram, e vão pagar por isso!

– Não! Por favor! – disse o ratinho – Nos deixe ir e seremos eternamente gratos, se um dia precisar, estaremos a sua disposição!

O leão achou muita graça do que ele disse, como que ele, o rei da savana poderia um dia precisar da ajuda de uma família de ratos, aquilo era ultrajante. Até riu do absurdo.

Porém, estava de barriga cheia, e louco para tirar uma soneca. Por isso resolveu dar um desconto e mandou todos eles embora.

Alguns meses depois, um bando de caçadores pegaram o leão, o colocaram em uma jaula de madeira trançada, amarraram seus pés e o estavam levando embora, para vendê-lo a um colecionador de animas de um país distante.

Os caçadores já tinham viajado um dia inteiro, carregando a enorme jaula e pararam para dormir em um acampamento improvisado que montaram.

No meio da noite o leão levou um grande susto quando sentiu um cutucão bem na sua costela. Era a família de ratinhos:

– Olá Leão, viemos te salvar!

O leão não estava acreditando no que via, muito menos no que falaram, como eles poderiam conseguir salvá-lo?

Então os ratinhos foram roendo as cordas que prendiam as patas do leão, e depois disso, roeram um canto da jaula em que a madeira estava mais fraca, depois disso, o leão, com toda a sua força abriu a jaula e fugiu para savana.

Conselho de vó: Seja bom com todos e o bem vai voltar para a sua vida. Nunca duvide da capacidade das pessoas, a salvação que você mais precisa pode vir de onde você menos espera.

***

Veja aqui a história A mula sem cabeça

Veja aqui as informações do livro “Joãozinho e a Maçã”