A árvore caída

História de minha vó Conceição

Uma vez, minha avó, que morava em um sítio, foi junto com sua família até a cidade para participar da missa, era um domingo a noite, naquele dia teve quermesse e eles ficaram lá até bem tarde. Naquela época quase ninguém tinha carro e eles faziam tudo a pé ou a cavalo. Minha avó e toda a sua família então voltaram a pé, porque não tinha cavalo pra todo mundo, ela tinha nove irmãos.

Era uma noite de lua cheia.

Quando eles estavam voltando, passaram pelo sítio de um vizinho, chamado Frederico e viram ele de longe com um machado cortando uma árvore.

Meu bisavô achou aquilo muito estranho, era quase meia noite de um domingo.

Então ele gritou:

– Ô seu Frederico, corta essa árvore amanhã, homem!!

O Sr. Frederico não respondeu, continuou cortando a árvore, quando eles estavam mais longe, quase chegando no sítio deles, ouviram a árvore caindo e olharam pra trás.

No dia seguinte eles levantaram cedo pra trabalhar na roça quando o filho do Sr. Frederico veio correndo pra casa deles pra contar que o pai dele tinha morrido.

O meu bisavô falou:

– Mas também, porque ele foi cortar aquela árvore de madrugada, por certo se esforçou demais!

– Que árvore, Seu Joaquim? – respondeu o filho.

– A árvore que ele estava cortando, era quase meia noite, a gente viu.

– Meu pai não cortou árvore nenhuma, Seu Joaquim, ele morreu ontem as 11 horas da noite.

Meu bisavô foi correndo lá no sítio do Seu Frederico e para sua surpresa a árvore estava de pé.

***

Veja aqui a história O leão e os Ratinhos

Veja aqui as informações do livro “Joãozinho e a Maçã”