A Moça que não falava

Conto africano

Era uma vez uma moça muito bonita que não falava com ninguém, além de sua família. Ela era muito trabalhadora e gostava de fazer tudo bem feito.

Uma vez, um rapaz viu a moça e apaixonou-se por ela. Como ele queria se casar, foi falar com seus pais para tratar do assunto.

– Essa nossa filha não fala com estranhos – falou o pai da moça – caso consiga fazê-la falar, pode se casar com ela.

O rapaz se aproximou da moça e começou a fazer perguntas, a contar coisas engraçadas, e como não conseguiu começou a insultá-la para que falasse, mas ela não pronunciou uma só palavra. O rapaz desistiu e foi embora.

Após este rapaz, outros pretendentes surgiram, alguns com fortuna, mas nenhum conseguiu fazê-la falar.

O último pretendente era um rapaz pobre e insignificante. Ele foi falar com os pais dela e eles responderam:

– Se já várias pessoas apresentáveis e com muito dinheiro não conseguiram fazê-la falar, você vai conseguir? Nem pense nisso.

O rapaz insistiu e pediu que o deixassem ele tentar a sorte. Por fim, os pais cederam.

O rapaz foi falar com a moça e pediu que ela fosse com ele à machamba (horta, plantação) de seus pais, para ajudá-lo a sachar (capinar, afofar a terra). A machamba estava carregada de milho e amendoim e o rapaz começou a sachá-los.

O rapaz, porém, fazia tudo errado e a moça foi ficando incomodada porque ele estava estragando os alimentos. Depois de um tempo, inconformada com o trabalho mal feito ela falou:

– Que está fazendo???

O rapaz começou a rir, porque seu plano de fazê-la falar tinha dado certo e juntos voltaram à casa dos pais dela para resolverem a questão.

Chegando lá o rapaz contou o que tinha acontecido na machamba. A questão foi discutida entre eles e o caso foi levado aos anciãos que mandaram celebrar o casamento.

Conselho de vó: O jeito de chamar a atenção de quem gosta de fazer tudo certo é fazer tudo errado.

***

Veja aqui a história Os dois monges

Veja aqui mais informações do livro “Joãozinho e a Maçã”