O Cavalo e o Burro

Fábula de Monteiro Lobato

Cavalo e Burro seguiam juntos para a cidade, cada um com sua carga nas costas.

O cavalo, contente da vida, carregava somente quatro arrobas e o burro, coitado, gemia sob o peso de oito.

Em certo ponto, o burro parou e disse:

— Não posso mais! Esta carga excede as minhas forças e o remédio é repartirmos o peso, seis arrobas para cada um.

O cavalo deu um pinote e relinchou como uma gargalhada:

— Ingênuo! Quer então que eu arque com seis arrobas quando posso tão bem continuar com as quatro? Tenho cara de bobo?

O burro gemeu:

— Egoísta! Não percebe que eu não aguento mais tanto peso?

O cavalo riu de novo e a coisa ficou por isso mesmo.

Logo adiante, o burro, esgotado pelo peso, tropeçou e caiu com tudo no chão.

Chegaram os tropeiros, viram que o burro tinha se machucado, tiraram toda a sua carga e arrumaram tudo sobre o cavalo que agora ficou com 12 arrobas.

O cavalo, reclamou, relinchou, mas não teve jeito, teve que carregar tudo sozinho, enquanto o burro foi mancando atrás.

Conselho de vó: Toda parceria só é bem-sucedida quando tudo é dividido, sejam as coisas boas ou não.

***

Clique aqui para ver a história Cinderela

Quer ganhar um e-book de histórias infantis? Clique aqui