A Hiena gulosa

Conto africano

Um dia a Hiena recebeu um convite para dois banquetes que se realizariam à mesma hora em duas povoações muito distantes uma da outra.

Em qualquer dos festins seria abatido um boi e sabe-se que hiena é especialmente gulosa. 

– Não há dúvida de que tenho que comparecer aos dois banquetes, pois não quero desconsiderar os anfitriões. Também, as oportunidades de comer carne de boi não são muitas, mas como vou fazer se as festas são em lugares tão distantes um do outro? 

A Hiena pensou, pensou e, de repente, bateu com a mão na testa. 

– Descobri! Afinal é simples – disse ela, muito contente com a sua esperteza. 

Saiu às pressas de casa. Assim que chegou ao local onde se dividiam os dois caminhos que levavam aos locais das festas, começou a andar pelo caminho que ficava do lado direito com a perna direita e, pelo caminho que ficava do lado esquerdo, com a perna esquerda. 

Pensava que deste modo chegaria a ambas as festas ao mesmo tempo, mas começou a ficar muito difícil caminhar dessa maneira.

Ela fez tanto esforço, que se sentiu como se dividisse em duas, do alto a baixo, deslocando a coluna. 

A coitada ficou lá, caída no mato, sentindo muita dor. Depois de um tempo a socorreram e a levaram ao médico.

O médico lhe deu um remédio, mas para que se recuperasse deu um conselho muito importante:

– Para que fique boa logo deve ficar um mês sem comer carne de boi!

Conselho de vó: Não dá para andar por dois caminhos ao mesmo tempo. Decida-se e aproveite o caminho escolhido. Quem quer tudo acaba ficando sem nada.

***

Veja aqui a história O banco proibido

Veja aqui mais informações do livro Joãozinho e a Maçã

Quer ganhar um e-book de histórias infantis? Clique aqui